Posts recentes

Arquivo

Tags

posts relacionados

PREMATURIDADE E VISÃO

Por que bebês prematuros devem ir ao oftalmopediatra de rotina?

Bebês que nasceram antes do tempo previsto, chamados prematuros, têm grandes chances de apresentar problemas visuais. O baixo peso, associado à prematuridade, também é um fator causal para estas condições. Além disso, terapias utilizadas na UTI neonatal, especialmente o uso do oxigênio, podem causar danos à visão.

Devido à alta incidência de doenças oftalmológicas, os prematuros precisam ser avaliados de rotina pelo oftalmopediatra. São exemplos de situações que podem acometer estes bebês: retinopatia da prematuridade, ambliopia ('olho preguiçoso'), desvios oculares (estrabismo), alto grau (principalmente miopia; ver erros refracionais), glaucoma, catarata e descolamento de retina.

A visão, e o processamento da imagem pelo cérebro, é um mecanismo complexo que envolve a estrutura ocular (os olhos propriamente ditos), o córtex visual (parte do cérebro que interpreta a imagem) e todo o trajeto de fibras nervosas entre eles. Como a prematuridade e suas complicações podem afetar de diversas formas as estruturas envolvidas no processo da visão, é imprescindível que estes bebês sejam acompanhados desde os primeiros meses, e ao longo de toda a infância, pelo oftalmologista infantil.

Vale ressaltar que grande parte dos problemas oculares de prematuros não são visíveis a olho nu, ou seja, a aparência dos olhos é normal na maioria dos casos. Portanto, não perca tempo. Programe logo a consulta do seu filho com um especialista em oftalmologia pediátrica!